Qual o aspeto de uma pessoa traficada? Como age uma pessoa traficada? Como posso reconhecer uma pessoa traficada?
  
 
Indicadores físicos
    • Aparência de exaustão extrema (círculos negros por baixo dos olhos ou olheiras profundas, cara abatida, movimentos de corpo lentos);
    • Descoloração da pele;
    • Aparência de malnutrição (baixo peso, ausência de cor na pele);
    • Aparência geral de saúde débil (dentes, cabelo, pele);
    • Sinais de abuso físico (nódoas negras, olhos pretos, cicatrizes, dentes partidos, sentar-se/caminhar com sinais de dor);
    • Queixas de dores físicas relacionadas com o stress (dores de costas, dores de estômago, dores de cabeça, tensão muscular, etc.);
    • Queixas de problemas ginecológicos;
    • Ausência de expressão na face ou ausência de emoção;
    • Falta de higiene (cabelo, corpo, roupa);
    • Ser viciada/o em álcool ou em drogas (cheiro de álcool no hálito, maneira de falar, concentração, etc.);
    • Queixas de dificuldade em dormir adequadamente;
    • Roupa inapropriada (para crianças, para a época do ano, para o dia-a-dia). 
       
Indicadores emocionais
    • Sentir medo;
    • Sentir vergonha
    • Incerteza;
    • Sentir-se responsável/em falta;
    • Ansiosa/o;
    • Nervosa/o;
    • Preocupada/o;
    • Deprimida/o;
    • Confusa/o;
    • Sentir culpa;
    • Baixa auto-estima;
    • Ausência de amor-próprio;
    • Sentir nojo de si mesma/o;
    • Pensamentos suicidas;
    • Reviver o trauma através de sonhos, pensamentos ou até através de situações diárias (stress pós-traumático);
    • Sentir-se fora do seu corpo ou vida (despersonalização);
    • Sentir dormência (apatia) ou desapego (das pessoas, situações);
    • Evitar de sentimentos;
    • Sentir fúria. 
       
Indicadores comportamentais
    • Ser evasiva/o;
    • Alterar a história;
    • Ser incapaz de tomar decisões;
    • Mostrar ansiedade, nervosismo;
    • Negar, minimizar ou validar a situação;
    • Mostrar falta de iniciativa;
    • Revelar comportamento submisso;
    • Ter relutância em falar ou em discordar;
    • Demonstrar uma atitude de aventura ou comportamento experimental;
    • Busca da validação constante pelo que uma pessoa sente ou pensa;
    • Revelar medo;
    • Mostrar sinais de ser controlada/o (alguém acompanha-a/o e responde em seu nome, chamadas constantes, necessidade de dar satisfações a alguém);
    • Exibir uma relação emocional com o/a explorador/a ou empregador/a (promessa de casamento, demonstração de amor);
    • Ter números de pessoas que desconhece;
    • Não conhecer a língua
      (Fonte: Laços e Fronteiras - Guia de Recursos no combate ao TSH - UMAR)
 
Assim:
Se...
Pretende apresentar queixa contra quem:
  • Ofereceu, entregou, aliciou, aceitou, transportou, alojou ou acolheu adulto para fins de exploração sexual, exploração do trabalho ou extracção de órgãos,
Como contra quem:
  • Aliciou, transportou, procedeu ao alojamento ou acolhimento de menor, ou o entregou, ofereceu ou aceitou para os mesmos fins
E ainda contra quem:
  • Mediante pagamento ou outra contrapartida ofereceu, entregou, solicitou ou aceitou menor, ou obteve ou prestou consentimento na sua adopção ou reteve, ocultou, danificou ou destruiu documentos de identificação ou de viagem de qualquer daquelas pessoas
Ou se...
  • Foi aliciado/a ou pressionado/a para vir para Portugal ou ir para o estrangeiro
  • Se os seus documentos lhe foram retirados ou destruídos
  • Se é ou já foi vítima de: violência física e sexual (agressão, violação...), violência psicológica (coação, ameaça, imposição...), fraude ou engano
  • Se a sua liberdade já foi ou é limitada
 
Ligue:
CAP MULHERES
 
CAP HOMENS
 
EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES ESPECIALIZADAS
 
LNES = 144
 
LINHA SOS IMIGRANTE (e serviço de tradução telefónica)
 
APAV = 213 567 914
 
LINHA SOS (Criança desaparecida) = 11600
 
Apresente queixa junto da polícia (PSP, GNR, SEF ou PJ)
 
Ou vá ao Sistema de Queixa Electrónica do MAI